Será que eu posso fazer fazer clareamento dental? Especialista comenta as contraindicações do procedimento

9913-legenda-slider_medias-1Com clareamento dental caseiro ou no consultório fica mais fácil ter dentes brancos. Mas será que todo mundo pode adotar essa técnica? Confira nas palavras de um especialista

 

Ter dentes brancos vem se tornado um processo cada dia mais simples. Embora o clareamento dental esteja mais acessível e fácil de fazer através da técnica caseira, é preciso entender que nem todo mundo pode adotar tal método. Além dos cuidados na hora de realizar o procedimento, que precisa ser sempre com o consentimento de um dentista, é importante saber de todas as contraindicações. Quem explica ao Sorrisologia é o especialista em dentística Paulo Campos.

QUEM NÃO PODE FAZER CLAREAMENTO:

Crianças – “Só devem fazer após a dentição permanente completa e mesmo assim deve-se postergar o máximo possível”, afirma. Isso precisa ser evitado, pois a polpa, conhecida como o nervo do dente, é ampla e mais sensível, podendo causar problemas no sorriso do pequeno.

Pessoas com periodontite – O aviso é curto e claro. “Pacientes com doença periodontal ativa, gengivas e ossos, não podem fazer”. Tudo por que as substâncias químicas podem irritar as tecidos gengivais e dentes. Por isso, é importante tratar a doença antes de fazer.

Pessoas com cárie – “Pacientes com cáries e restaurações com infiltração devem sentir sensibilidade”, alerta. Desta forma, o problema precisa ser tratado antes.

Pessoas com sensibilidade – Quem tem sensibilidade precisa evitar a técnica, mas com a ajuda de um dentista o tratamento é liberado. “Na região do dente perto da gengiva (sensibilidade cervical) devem optar, preferencialmente, pelo clareamento feito no consultório, mas podem com utilização de dessensibilizantes e cuidadosa orientação do dentista, usar o clareamento caseiro”.

Grávidas – Gestantes e Lactantes também devem evitar. “O Clareamento não é um procedimento de urgência e não é necessário para o tratamento de nenhuma doença, portanto pode-se aguardar para realiza-lo em melhor momento”.

CUIDADOS APÓS O PROCEDIMENTO

Apesar dessas situações particulares, qualquer pessoa que estiver com a saúde bucal em dia está liberada para fazer clareamento. Mas é primordial ter cuidados antes e após o procedimento para que o efeito white dure por bastante tempo. Paulo explica que não existe um prazo exato de validade para o tratamento, mas que a durabilidade vai depender exclusivamente do paciente. “Cada dente tem um processo de clareamento diferente. Sensibilidade durante o uso, tempo e forma de uso pelo paciente, causas sistêmicas que alteram a cor do dente”. Segundo o dentista, tudo isso implica na conservação do sorriso.
Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário