Por que perdemos o paladar? Saiba como esse fenômeno pode acontecer

11491-legenda-slider_medias-1Comer aquela sua refeição predileta e não sentir o gosto deve ser uma sensação bem chata. Será que é possível perder o paladar? A especialista Beatriz Venturi revela

 

Experimentar uma comida gostosa é um dos melhores prazeres que existem na vida. Muitas vezes o gosto pode até remeter a momentos especiais com amigos e familiares. Apesar de ser uma situação comum pra muita gente, existem pessoas que sofrem de algum distúrbio do paladar, causando a perda deste sentido. Conhecida pelos profissional como ageusia, ela afeta cerca de 1 a 5% da população brasileira. A patologista bucal Beatriz Venturi diz que a doença é bem rara, mas quando surge pode causar diminuição ou a mudança da percepção de sabores.

POR QUE PERDEMOS O PALADAR?

Pode acontecer, às vezes, de perdermos o paladar por conta de um resfriado, né? Nesses casos o paladar tende a se recuperar normalmente em poucos dias com o fim da gripe. Porém, existem casos em que esse fenômeno é mais preocupante. A dentista conta que isso ocorre devido à lesões neurais, como um acidente vascular encefálico decorrente ou sequela de um tratamento oncológico. “Entretanto, muitas vezes a alteração do paladar pode estar relacionada a medicamentos em uso, problemas de diabetes, lesões renais, infecções orais, fumo, gravidez ou a alterações salivares”.

COMO SUSPEITAR DO PROBLEMA?

Não sentir o gosto de um alimento que você costuma comer já é o primeiro indício. Por outro lado, as alterações também podem ser bem leves. A patologista pede atenção para identificar os sinais. “É sempre bom conversar com parentes e amigos quando notar algo de diferente em alimentos já conhecidos. Caso seja percebida alguma alteração, deve-se procurar o estomatologista bucal e o otorrinolaringologista”. Em alguns casos a alteração do paladar pode ser confundida com problemas no olfato. Por isso a avaliação conjunta se torna tão importante.

COMUM EM PESSOAS MAIS VELHAS

Quando se alcança a terceira idade é importante ter mais atenção à saúde bucal. Beatriz ressalta que o envelhecimento pode contribuir, principalmente, na hipogeusia (diminuição das sensações gustativas) para o gosto amargo e azedo. “Tal efeito da senilidade pode ser prevenida com cuidados orais, avaliação e prescrição especializada”. Para um melhor resultado, vá ao profissional especializado no público da melhor idade: o odontogeriatra.

O PALADAR PODE SER RECUPERADO

Segundo a especialista, na maioria dos casos existe reversão, mas para cada situação há um tratamento diferente. “Por isso a consulta com o especialista é primordial para que o mesmo possa identificar alterações e propor a terapia correta”. Beatriz também lembra que o problema não está ligado apenas à saúde bucal. “Várias doenças sistêmicas e infecciosas podem se manifestar inicialmente como uma alteração no paladar. Esteja atento aos sinais e procure o especialista”.
Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário