Fluorose dentária: Entenda o que são as manchas no dente

12284-branco-e-o-sinonimo-perfeito-para-um-sor-slider_medias-1Branco é o sinônimo perfeito para um sorriso. Mas quando essa cor vem acompanhada da fluorose dentária, acaba se tornando um problema. A dentista Heloísa Crisóstomo explica como se forma a complicação

 

Após a escovação, você sempre dá aquela conferida no espelho para saber se seus dentes ficaram bem limpos. Um dia desses, ao fazer o mesmo ritual, percebeu alguns pontinhos brancos no seu sorriso. No início, até pareceram alguns restinhos de creme dental grudados, mas quando essas manchinhas não somem, podem significar algo bem mais sério, como a fluorose dentária. “É uma afetação na estrutura dos dentes devido a ingestão excessiva de flúor no período de formação da arcada”, explica a odontologista Heloísa Crisóstomo. Entenda melhor sobre este problema e descubra como tratar.

COMO A FLUOROSE PODE SURGIR?

Assim como todo problema bucal, a fluorose não surge do nada. Segundo a dentista, estas manchas podem ocorrer devido a ingestão excessiva ou prolongada de flúor durante a fase de formação dos primeiros dentes (desde o nascimento da criança até os 5 anos de idade). O uso exagerado de creme dental na escovação e até a própria água que bebemos são fatores que acabam desencadeando o problema. “Eles deixam os dentes com manchas, em geral, esbranquiçadas e porosas. Em alguns casos elas podem se apresentar de forma acastanhada”.

MANCHAS BRANCAS PODEM SER APENAS FLUOROSE?

Essa é uma pergunta muito comum nos consultórios dentários, mas Heloísa afirma que manchas brancas nem sempre podem significar uma fluorose dentária. “Pode ser cárie ativa ou inativa e até mesmo um trauma na fase de formação dos dentes”. Além disso, é importante realizar uma avaliação detalhada para saber a real causa e, assim, definir o plano de tratamento. Não deixe de ir ao dentista quando perceber algo de diferente no seu sorriso. Descobrir o que você tem de maneira precoce só aumentam as chances de sucesso da terapia.

COMO TRATAR E PREVENIR O PROBLEMA?

Não podemos negar que o flúor é um elemento essencial para os dentes. Com ele, seu sorriso fica protegido das cáries dentárias e de outras bactérias perigosas. Mas caso seja utilizado em o excesso, acaba gerando fluorose. Para evitar este cenário, é importante tomar alguns cuidados, começando pela primeira idade. “É necessário monitorar as crianças que utilizam pasta de dente fluoretada para não deglutir o produto e ter precaução com a ingestão exagerada de flúor”. Caso o problema já esteja no seu sorriso, é necessário fazer tratamento com microabrasão aliado ao clareamento dental.
Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário