Erosão dentária pode ser causada por problemas gástricos. Solução deve ser multidisciplinar

14362-voce-pode-ter-o-problema-e-nao-saber-ve-slider_medias-1Você pode ter o problema e não saber. Veja algumas maneiras de descobrir e tratar da erosão dentária o quanto antes

O cenário costuma ser sempre o mesmo: os dentes ficam amarelados, com as pontas bem transparentes e o paciente percebe uma sensibilidade na região. Se o seu sorriso apresenta todos esses sintomas, você pode estar com erosão dentária. Este problema normalmente é causado pela ingestão frequente de alimentos, como frutas, doces ou bebidas muito ácidas. Entretanto, outros fatores que afetam nossa saúde geral podem refletir nessa complicação, como o refluxo. Para esclarecer o assunto e descobrir a melhor maneira de tratar a doença, o Sorrisologia entrevistou a especialista Heloísa Crisóstomo.

O REFLUXO E A EROSÃO DENTÁRIA

Você já deve saber que a erosão é caracterizada pela perda da estrutura dentária devido a ação de alguns fatores químicos, como o ácido. Isso significa que ela não está associada a nenhuma bactéria. Normalmente, quando temos problemas gástricos, que nem o refluxo, diversas substâncias ácidas produzidas pelo estômago voltam a cavidade bucal destruindo as estruturas dos dentes e dando início a erosão dentária. A dentista explica que esse desgaste ocorre, principalmente, na superfície lingual do sorriso, parte traseira que está em contato com a língua.

COMO TRATAR ESSE PROBLEMA?

Para tratar a erosão, é muito importante saber o que está causando o problema. Heloísa conta que existem muitos fatores que podem levar a este cenário. “O excesso de consumo de alimentos ácidos, como refrigerantes, e o baixo pH de alguns medicamentos, como a vitamina C e repositores de ferro”, explica.

Porém, quando o motivo da doença passa a ser o refluxo ou uma complicação gástrica, é importante que o paciente cuide desse cenário com ajuda de um médico gastroenterologista. Após o controle da causa, um cirurgião-dentista consegue tratar as lesões já existentes, sem o risco do problema voltar. A estrutura pode ser restaurada com técnicas bem simples de resina composta ou cerâmica.

PERCEBA A EROSÃO DENTÁRIA E PROCURE AJUDA

Você pode não ser um especialista no assunto, mas conhece seu sorriso o bastante para deduzir que algo de errado está acontecendo. E o jeito mais eficiente de tratar a erosão é descobrindo a doença o mais rápido possível. De acordo com Heloísa, o próprio paciente consegue notar os primeiros sinais. “Ele percebe o desgaste gradativo no dente, sem estar associado a nenhuma fratura”, garante.

Por outro lado, o desgaste nos dentes por problemas gástricos é bem gradativo e, em alguns casos, somente um profissional consegue identificar a erosão em seu estágio precoce. Ou seja, mesmo não sentindo nada, o paciente precisa consultar o seu dentista regularmente para tratar desse problema o quanto antes.

Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário