É normal sentir dor na região de um siso que já foi extraído?

13143-voce-achou-que-o-incomodo-teria-fim-apos-slider_medias-1Você achou que o incômodo teria fim após a extração do dente, mas ele insiste em voltar. E agora? O dentista pode explicar

 

Ele não está lá, mas, em certos casos, a dor é a mesma de quando ainda estava. Isso porque, mesmo depois da cirurgia de extração do siso, é possível que algumas pessoas sintam um incômodo na região onde ele costumava ficar. Esse cenário, segundo o dentista Pablo Pause é relativamente normal, mas merece ser acompanhado com atenção. Entenda o que pode explicar o problema com a ajuda do especialista.

A DOR TEM UM MOTIVO

Segundo Pablo, a dor durante o processo de cicatrização já é esperada devido a questões fisiológicas e anatômicas. Ainda assim, não deve ser ignorada. Esse incômodo pode ser um sinal emitido pelo corpo dizendo que algo não está em ordem. “Após extrações, também podem ocorrer alterações patológicas que são geralmente causadas por algum erro de técnica, ou até mesmo descuido no pós-operatório por parte do paciente”, explica.

De acordo com o dentista, isso acontece, por exemplo, quando o paciente desenvolve a alveolite, que é um tipo de complicação comum após esse tipo de cirurgia. O problema nada mais é do que a inflamação ou infecção do local onde o dente estava alojado, causando danos aos nervos próximos ao terceiro molar.

PODE SER UM SEGUNDO DENTE?

Dois sisos no mesmo local parece impossível? Não se assuste, mas pode ser uma possibilidade. Outra explicação, apesar de mais rara, é a chance de um segundo dente estar começando a se desenvolver no espaço vazio. “Esse novo dente é chamado de supranumerário, sendo um dente sem anatomia e nem morfologia, igual ao terceiro molar”, explica Pablo.

TRATANDO O PROBLEMA

O tratamento varia de acordo com o motivo da dor, por isso, cada caso terá um procedimento padrão. “Nos pacientes com alveolite, o processo consiste na limpeza da área cirúrgica para a remoção de possíveis focos de infecção e a prescrição de antibióticos e anti-inflamatórios, avaliando as necessidades de cada paciente”, conta o dentista.

Por outro lado, nos casos em que um novo dente nasce no mesmo local, a indicação do especialista é uma nova cirurgia. Nos dois cenários, portanto, a dor deixará de ser uma companheira diária e o problema, seja qual for, terá solução. Para resolver a situação, basta procurar um profissional capacitado que avalie sua boca da forma correta e pronto: em pouco tempo você poderá voltar a sorrir sem empecilhos.
Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário