Dor de dente pode ser provocada pelo estresse?

15242-alem-de-afetar-a-vida-pessoal-o-estress-slider_medias-1Além de afetar a vida pessoal, o estresse ainda pode prejudicar sua saúde bucal. Será que ele também pode ser responsável pela dor de dente? A dentista Sofia Cabaleiro responde

A falta de tempo, preocupações e muita cobrança da vida moderna são alguns motivos que podem levar ao estresse. Esse estado afeta diretamente a vida pessoal do indivíduo – e não para por aí. Por incrível que pareça, o quadro também pode ser causador ou agravador de inúmeros problemas de saúde bucal. Será que aquela dor de dente que você começou a notar recentemente está entre os possíveis sintomas provocados pelo estresse? A dentista Sofia Cabaleiro esclareceu essa dúvida.

O ESTRESSE PODE TRAZER PREJUÍZOS PARA A SAÚDE BUCAL

Estar constantemente estressado pode desencadear em uma série de reações negativas em nosso corpo. Baixa imunidade, asma, enxaqueca e gastrite estão entre alguns desses problemas. A saúde bucal também sente os efeitos por esse mal. “Entre essas reações que podem ser causadas pelo estresse está facilitar o surgimento de hábitos parafuncionais, como bruxismo e apertamento”, afirma a dentista.

O bruxismo é aquele ato de ranger os dentes que pode ocorrer enquanto a pessoa está desperta ou também quando está dormindo. O apertamento, por sua vez, é considerado um tipo de bruxismo, e como indica o nome, consiste no ato de apertar os dentes, involuntariamente. Esses dois quadros são bastante prejudiciais para algumas estruturas como dentes, articulações e musculaturas envolvidas, podendo provocar consequências graves.

A DOR DE DENTE PODE SER PROVOCADA PELO ESTRESSE?

A condição do bruxismo provoca uma descarga de força nos dentes muito acima do que o normal. Dependendo da intensidade em que ocorre, esse quadro pode levar a uma dor difusa, podendo afetar dentes ou músculos. “Em uma avaliação adequada com um dentista é possível determinar se o paciente apresenta ou não sinais e sintomas que remetem ao quadro de bruxismo ou apertamento, que na maioria das vezes está diretamente relacionado ao estresse do dia a dia”, esclarece.

QUAIS SÃO OS TRATAMENTOS PARA ESSES CASOS?

Atualmente o tratamento do bruxismo ou apertamento é multidisciplinar, principalmente quando a causa é o estresse. “Muitas vezes o tratamento é feito com placas miorrelaxantes psicoterapeutas para auxiliar a parte psicológica”, afirma. Elas são conhecidas popularmente como “placas do bruxismo”. Além disso, fisioterapeutas também podem colaborar com o tratamento, dando suporte nas dores musculares mais intensas.

Existe hoje também o tratamento com a toxina botulínica. Segundo a dentista, ela é aplicada diretamente na musculatura envolvida e promove uma redução da atividade muscular, levando automaticamente ao alívio da dor. No entanto, é preciso lembrar que esse é um tratamento apenas paliativo e dura em média 6 meses. Combater as causas na sua raiz seria o mais indicado, ou seja, com a ajuda de profissionais capacitados, avalie os causadores do estresse para que se busque uma solução para esses quadros.

Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário