DOENÇAS PERIODONTAIS DIMINUEM RENDIMENTO DE UM ATLETA

10945-sabia-que-a-periodontite-pode-mudar-o-pl-slider_medias-3Sabia que a periodontite pode mudar o placar de uma partida decisiva? O especialista Sérgio Siqueira mostra que a saúde bucal do atleta também é importante para o seu rendimento. Descubra como virar esse jogo

 

Você está em uma decisão de campeonato e é o jogador principal. Devido a uma dor de dente não dormiu bem na noite passada e seu rendimento está abaixo da média. Tudo por causa de uma periodontite. Percebe como uma complicação no sorriso pode mudar o placar do jogo? Ainda mais quando se trata de uma doença crônica como a periodontal. O especialista no assunto Sérgio Siqueira conta que o problema acomete 80% da população, dentre muitos atletas. Para subir no primeiro lugar do pódio, veja como é importante tratar e prevenir essa patologia bucal.

O ESPORTISTA E A PERIODONTITE

Tudo começa com uma gengivite que, se não for tratada, pode desencadear a doença periodontal. O profissional atenta que um foco infeccioso como este na boca torna o atleta vulnerável, mais suscetível à lesões e possíveis dores, deixando-o incapacitado em dar seu melhor nas competições. “Somado isso a uma quantidade maior de bactérias circulante no corpo, pode acarretar problemas em pessoas susceptíveis, como, por exemplo, a endocardite bacteriana e a maior dificuldade em se recuperar de lesões articulares e musculares”.

O QUE ACONTECE SE A DOENÇA NÃO FOR TRATADA?

Se o atleta não tratar da periodontite o quanto antes, ele pode ter inflamações e corre risco de perder um ou mais dentes, comprometendo a oclusão. Siqueira conta que a saúde das pessoas e dos atletas está baseada em uma tríade: sono, alimentação e atividade física. “Atletas com ausência de dentes têm problema na mastigação e, consequentemente, de nutrição. Não importa quão balanceada e rica seja sua dieta, se não tiver dentes para mastigar, não consegue extrair o melhor dos alimentos”.

O SORRISO EM PRIMEIRO LUGAR

Alguns atletas acabam deixando a saúde bucal em segundo plano. O periodontista acredita que isso acontece pela incompreensão dos pacientes ou devido a valorização da estética do que à saúde. “Muitos cuidam dos dentes da frente e negligenciam os do fundo porque esses não aparecem nas entrevistas ou redes sociais”. Os dentes frontais são responsáveis pela estética e fonética, os molares e pré-molares pela mastigação e nutrição. Tá vendo só como é importante cuidar de todos eles?

Sérgio ainda revela que clubes menores não costumavam avaliar a saúde bucal dos atletas iniciantes e estavam mais preocupados com seus resultados. “Isso lentamente está mudando. Cada vez mais notamos dentistas contratados por clubes de diferentes tamanhos”. O atleta deve estar sempre ligado ao bem-estar do seu corpo e a saúde bucal também precisa ser inserida neste contexto.
Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário