COMO O CIGARRO PREJUDICA A SAÚDE DOS LÁBIOS. MANTER A REGIÃO HIDRATADA NÃO PREVINE DE PROBLEMAS MAIS SÉRIOS

cigarrosCigarro: por que é tão importante largar esse vício? Dentre os vários problemas que o fumo pode trazer, os lábios são uma das regiões mais afetadas

 

Doenças cardiovasculares, problemas respiratórias, câncer, complicações bucais… a lista é longa. O hábito de fumar pode trazer uma série de malefícios para quem o pratica. Todos eles acabam afetando, de alguma maneira, a saúde e bem-estar geral da pessoa, inclusive dos seus lábios. A região acaba sendo uma das mais prejudicadas por ter um contato direto com o cigarro, tendo o risco de rugas e o aparecimento de câncer na região. A dermatologista Paula Periquito explica que para não dar oportunidade a essas doenças, a melhor atitude é acabar com esse vício de uma vez por todas.

OS LÁBIOS DESAPARECEM COM O TEMPO

Os usuários antigos de nicotina tendem a sofrer com o sumiço dos lábios. “Quem fuma tem maior propensão a rugas ao redor dos lábios e ao desaparecimento dessa região, que acabam indo para o interior da mucosa oral, ao longo dos anos”. A profissional afirma que existem outros fatores graves que o cigarro pode causar na região. “As substâncias cancerígenas do tabaco juntamente com o calor gerado continuamente, propiciam o aparecimento de câncer de lábios, de boca, laringe, faringe de língua”.

LÁBIOS SECOS E ENRUGADOS

Esse aspecto ocorre devido ao movimento repetitivo de “tragar”. É como se fosse uma ginástica feita continuamente e diversas vezes ao dia. “A pessoa que fuma faz ‘bico’ para sugar o cigarro e acaba posicionando os lábios para dentro para segurá-lo. Quanto mais movimentos repetitivos fazemos com uma musculatura, mais a pele por cima dele fica marcada”. Os jovens que estão iniciando o vício não sofrem tanto. “A pele se regenera mais fácil, mas com o passar dos anos a região vai ficando marcada e os lábios não voltam a posição original”. Isso acontece precocemente com os fumantes por conta das substâncias cancerígenas e oxidativas que existem no cigarro, tornando a situação ainda pior.

É PRECISO FAZER UMA ESCOLHA

A dermatologista dá o recado. “Não existe uma forma de manter a boca saudável e fumar. É uma questão de escolha”. Os problemas mais brandos podem ser amenizados se a pessoa hidratar os lábios com frequência, mas vale lembrar que isso não deixa o usuário livre de doenças mais graves, como o câncer. O cigarro carrega para o organismo milhares de substâncias prejudiciais e para evitá-las, só mesmo parando de usar. Pense bem, analise as consequências e faça a decisão certa. Não deixe o cigarro tirar seus motivos de sorrir mais para a vida.

 

Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário