Chupeta tradicional x chupeta ortodôntica: Existe um modelo ideal?

13674-o-seu-bebe-comecou-a-chorar-e-a-primeira-slider_medias-4O seu bebê começou a chorar e a primeira reação foi colocar a chupeta? Apesar de ser eficiente nesse sentido, você sabe o mal que este objeto pode estar causando à criança?

 

13669-apesar-da-chupeta-tradicional-causar-mai-slider_medias-1Apesar da chupeta tradicional causar mais danos do que a ortodôntica, esta última não deixa de ser prejudicial para o desenvolvimento bucal dos pequenos. Evite-as!

 

13679-quando-o-habito-de-chupar-a-chupeta-ja-e-slider_medias-1
Quando o hábito de chupar a chupeta já estiver instalado, o ideal é ofertar o modelo ortodôntico. Ainda assim, é importante controlar o uso e fazer com que a criança desapegue o quanto antes

 

O assunto ainda é um tabu para muitos pais: chupetas. Deixar ou não as crianças usarem? Não se pode negar o poder do objeto de acalmar em momentos críticos quando a criança quer a todo custo colocá-la na boca, mas não se engane, ela oferece riscos. Entretanto, será que o modelo ortodôntico poderia ser mais adequado nestes momentos? Convidamos a especialista na saúde bucal dos pequenos, Paula Moraes, para entender sobre esses dois tipos e como os pais devem agir diante dos infinitos pedidos das crianças pelo acessório.

CHUPETAS: EXISTE ALGUM BENEFÍCIO?

Você, mamãe ou papai, com certeza já ouviu que chupeta faz mal para seu filho. Acontece que, hoje em dia, já existe no mercado uma nova opção com a promessa de suprir as necessidades dos pequenos de forma mais benéfica. Já ouviu falar da chupeta ortodôntica? O que muita gente não sabe é que ela também é prejudicial. Quanto a essa dúvida, Paula é direta. “Nenhuma chupeta é recomendada para nenhuma criança. A amamentação no seio materno deve acontecer até os 6 meses exclusivamente. Só esse reflexo de sucção é suficiente para o adequado desenvolvimento da maxila e mandíbula do bebê”, explica a odontopediatra.

O QUE FAZER ENTÃO?

De acordo com a profissional, os pais tentam acalmar o filho de forma mais rápida utilizando a chupeta, já que é mais fácil do que amamentar. Porém, depois de um tempo, fica difícil remover o acessório da criança, pois já foi criado um hábito. Quando isso acontece, Paula afirma que a chupeta ortodôntica entra não como opção mais saudável, porém, menos prejudicial. E explica o porquê. “Ela é mais parecida com o bico do seio materno e, por consequência, na boca do bebê permite um maior contato da língua do bebê com o palato”, diz. Ainda assim, vale lembrar que o segredo está no limite, mesmo com este modelo, os pais devem controlar o uso e, aos poucos, incentivar que a criança deixe de usá-lo.

EVITE AS CONSEQUÊNCIAS NA SAÚDE BUCAL DO SEU FILHO

De maneira geral, tanto a tradicional quanto a chupeta ortodôntica não é indicada para nenhuma criança e em nenhuma situação, pois ambas trazem prejuízo ao desenvolvimento bucal. “O modelo tradicional causa mais danos, mas isso não significa que a chupeta ortodôntica não faça nenhum mal”, reforça. Ao fazer a sucção do acessório muitas vezes ao dia, durante vários dias e com intensidade muito forte, a chance de ter maloclusão aumenta, pois a maxila da criança acaba crescendo no formato que o objeto deixa. Isso explica, muita das vezes, a necessidade de um tratamento ortodôntico durante longos anos. Fique atento e não deixe seu pequeno passar por isso.

3

Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário