Careca e banguela? Dentes e cabelo têm ligação

Um estudo da NIH – National Institutes of Health –, dos Estados Unidos, apresentado no Encontro Anual da Associação Internacional de Pesquisa Odontológica (IADR), mostrou que algumas alterações capilares podem estar relacionadas com problemas dentais.

Isso porque a queratina do cabelo é um componente essencial do esmalte dos dentes, e suas alterações podem levar a problemas bucais, como o aumento de cárie. A explicação é que o cabelo e os dentes vêm da mesma origem embrionária.

O cabelo é feito, essencialmente, de filamentos de queratina, enquanto os dentes são compostos, principalmente, por proteínas do esmalte. Quando essas proteínas são degradadas, são substituídas por minerais, com exceção de uma pequena fração de material orgânico. “É nesta pequena fração que os investigadores avaliaram a presença e características da ação de queratina do cabelo”, explica o tricologista, Adriano Almeida, diretor da Sociedade Brasileira do Cabelo.

Os pesquisadores descobriram que determinadas mutações das queratinas de cabelo estão associadas à alteração na estrutura (brilho) e a uma redução na dureza dos dentes. “Em resumo, as queratinas dos cabelos são componentes essenciais do esmalte do dente, e suas mutações estão associadas com um risco aumentado de cáries ou outros problemas dentários. Estas proteínas ‘compartilhadas’, portanto, formam uma ligação entre a saúde e a beleza dos cabelos e dos dentes”, diz Almeida.

Fonte: Terra

      

Comentários

Nenhum Comentário