“Arquitetura no Sorriso transforma rostos” – Campo grande News

Com atendimento personalizado, que visa a saúde do paciente como um todo, a Arquitetura do Sorriso foi notícia do Lado B, do Jornal Campo Grande News.

Leia:

No Consultório Arquitetura do Sorriso, o dentista Plácido Menezes, analisa o paciente desde que a porta é aberta. A prática do atendimento como um todo.
Uma concepção diferente chega aos consultórios odontológicos, a arquitetura que enxerga o rosto como uma planta e constrói, através de projetos, o sorriso perfeito. Desde o check-up dental, feito hoje com câmera intra-oral que aumenta a imagem antes vista tão superficialmente, até as lentes de contato, sentar na cadeira do dentista hoje é ter o rosto calculado para dar início à construção dos dentes.

“Não é só tirar molde e entregar o dente. É fazer um check-up da boca do paciente, formato do rosto, altura, o sorriso, para daí desenhar o dente compatível com toda fisionomia. A arquitetura do novo sorriso vai dar harmonia dos dentes ao rosto, vendo o paciente como um todo”, explica o especialista em Ortodontia e Estética Oral, Plácido Menezes.

No Consultório Arquitetura do Sorriso, o dentista Plácido Menezes, analisa o paciente desde que a porta é aberta. O modo como fala, como sorri, como se senta. Nada escapa aos olhos e tudo isso, mais tarde, será passado para o papel, como um estudo interno que dará base ao desenho do dente.

O primeiro passo que o especialista tenta ensinar aos pacientes é uma filosofia mais humanizada, dando enfoque para o check-up geral odontológico. “As pessoas não dão importância para o preventivo. Vão ao dentista só quando já há dor”, comenta. Do outro lado, o consultório já tem preparado diferentes linhas de conduta para gestantes, idosos, crianças.

Desde a afta ao temido câncer, Menezes explica que são várias as doenças que afetam o sorriso e a saúde bucal. “Bactérias acumuladas devido à má higienização bucal podem migrar e se espalhar pela corrente sanguínea, afetando, dessa forma, as artérias coronarianas responsáveis por fornecer sangue ao músculo cardíaco e causar infarto ou mesmo endocardite bacteriana, e no caso de uma gestante podendo provocar parto prematuro”, exemplifica.

No entanto, todos estes problemas podem ser evitados com um check-up. No consultório de Plácido, a câmera intra-oral amplia a imagem do dente no momento dos exames. “O que o meu olho não vai enxergar, ela aumenta 60x mais. O preventivo ajuda a ver o risco de cárie que atua silenciosamente e quando se percebe, já deu canal. É uma forma simples, barata e minimamente invasiva”, explica.

Feito o check-up e com o exame de radiografia em mãos, o profissional fecha um plano de prevenção para o paciente, que vai devolver, restabelecer e transformar o sorriso.

A insatisfação ao se olhar no espelho levou a empresária Patrícia Silveira Teixeira, de 33 anos, ao consultório do dentista. “Eu nunca sorria, meus dentes eram amarelos e fiz vários clareamentos, mas nunca cheguei ao resultado que eu queria”, conta.

Na cadeira do dentista foi que ela entendeu que era possível aumentar o tamanho dos dentes, assim como clarear mais, pelas lentes de contato, de uma forma que ela alcançasse o sorriso que tanto buscava. “Passava três dias com o dente, achava que dava para aumentar mais e voltava. As lentes deixam a gente até mais nova, as pessoas falam que meus dentes são lindos”, comenta.

Patrícia já passou por vários procedimentos estéticos, até se dar conta que o mais chamativo era o sorriso. “É o que está em evidência, o sorriso manda muito, é o cartão de visitas da pessoa”.

No caso dela as lentes de contato corrigiram o tamanho, espaço entre os dentes e deram a ela um clareamento bem menos invasivo através de finas lâminas de porcelana. A denominação vem das lentes de contato para os olhos, que assim como a usada na boca, tem uma espessura de 0,2 milímetros e é imperceptível e que possibilita um tratamento altamente estético e minimamente invasivo, com mínimo desgaste ou em determinadas situações nenhum desgaste dentário.

O especialista Plácido Menezes explica que pelas lentes é possível dar solução a uma variedade de problemas como dentes manchados, descoloridos, desalinhados, além de desgastados, com sinais de envelhecimento e fraturados, ou quando o paciente tem a intenção de modificar e devolver a forma original do sorriso.

“Ela é mimeticamente aderida ao dente e resistente ao desgaste. A lente se assemelha à característica do esmalte e devolve não só a parte funcional, como também a possibilidade da transformação estética do sorriso”, detalha.

Atualmente são as “lentes de contato” dentárias que, segundo Plácido, impressionam pela exposição diária na mídia através dos “sorrisos perfeitos” dos artistas. “As lentes de contato tornaram-se a coqueluche da odontologia cosmética atual e hoje está acessível a população”, descreve o especialista em Ortodontia e Estética Oral, Plácido Menezes.

As lentes são colocadas uma a uma como um trabalho artesanal. “O paciente participa da construção do sorriso. Faz um ‘test drive’ por uns dias, vê se quer aumentar ou diminuir”, resume.

A colocação das lâminas de porcelana engloba três etapas. Na primeira visita ao dentista, o profissional faz a moldagem dos dentes do paciente, fotografias, exames radiográficos e a analise da facial, para a realização do planejamento digital do sorriso. Dessa forma, o especialista planeja o sorriso do paciente previamente por um programa no computador, que permite ao dentista desenhar e apresentar o sorriso final do paciente através do mock-up, um test drive, e, após a aprovação do paciente será confeccionada as lentes.

“Melhora a autoestima, o convívio social, dá segurança. O paciente não percebe e nem sente as lentes”, sintetiza Plácido.

O Consultório Arquitetura do Sorriso fica na rua José Antônio, n. 1256, no Centro de Campo Grande.

O telefone para contato é o:3029-5029.

O Consultório também tem uma página na internet, pacientes podem tirar dúvidas online e ainda conversar com os especialistas: www.arquiteturadosorriso.odo.br”

Fonte:

Matéria do Campo Grande News – Lado B

      

Comentários

Nenhum Comentário