Aparelho Ortodôntico: Os problemas para a saúde bucal quando o tratamento não é seguido

15402-aparelho-ortodontico-saiba-a-importanci-slider_medias-1Aparelho ortodôntico: saiba a importância de não deixar de seguir seu tratamento ortodôntico!

O aparelho ortodôntico tem a função de alinhar os dentes ou corrigir a mordida. Ele pode ser de diferentes tipos, dependendo do objetivo e também da preferência do paciente. O tratamento deve começar com uma consulta ao profissional, que irá indicar qual o tipo mais adequado, e sua duração é consequência de diversos fatores. Se o paciente não segue o tratamento corretamente, é provável que demore mais para tirar o aparelho. Além desse atraso, outros riscos mais graves também estão incluídos nessa situação. A dentista Francine Figueiredo esclarece quais problemas isso pode trazer para a saúde bucal.

É IMPORTANTE SEGUIR CADA ETAPA DO TRATAMENTO

Para que seu tratamento ortodôntico seja bem sucedido, é necessário seguir cada etapa de forma correta. “A importância está diretamente relacionada à obtenção de um bom resultado ao final do tratamento, de resultados estéticos e funcionais com estabilidade”, explica Francine. Com isso, é possível manter a integridade dos dentes e as estruturas de suporte, sem que aconteça nenhum prejuízo ao sorriso.

QUAIS OS PROBLEMAS QUE PODEM ACONTECER CASO O PACIENTE NÃO SIGA O TRATAMENTO?

O abandono de tratamento ortodôntico pode ocasionar diversos problemas ao aparelho estomatognático, que é composto pelos dentes, gengiva, língua, lábios, músculos, mucosas e estruturas ósseas. “Às vezes, esses quadros podem ser irreversíveis”, alerta. Entre eles, estão manchas nos dentes, inflamações gengivais, reabsorções radiculares, movimentos dentários indesejáveis, entre outros. Portanto, nada de começar o tratamento e abandoná-lo no meio!

NOS CASOS EM QUE O TRATAMENTO NÃO É SEGUIDO, O QUE FAZER?

Segundo Francine, cabe ao dentista alertar o paciente sobre a necessidade de manter o tratamento ortodôntico, respeitando as recomendações feitas por ele. “Ele deve mostrar novamente ao paciente a importância de seguir à risca as orientações”, afirma. Entre elas, estão a assiduidade às consultas e a necessidade de manutenção de boa higiene bucal e controle periodontal, com o uso diário de fio dental e a escovação após as refeições. Da mesma forma, também estão incluídas a colaboração no cuidado com o aparelho instalado e utilização correta dos dispositivos acessórios recomendados. Todos esses fatores são essenciais para que o tratamento siga corretamente.

No entanto, caso não haja uma resposta positiva do paciente, o melhor a se fazer é interromper o tratamento para evitar possíveis danos para a saúde bucal. “O aparelho deve ser removido e o tratamento interrompido”, diz ela.

Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário