Afta tem relação com problemas estomacais? Confira nas palavras de uma especialista no assunto

10971-legenda-slider_medias-1Será que ter problemas no estômago influencia para o surgimento de aftas? A patologista bucal Dulce Helena Cabelho tira essa dúvida no Sorrisologia

 

Acordar e perceber uma afta se formando na sua boca é desanimador. Afinal, o que você fez para merecer isso? Merecer, ninguém merece, mas a verdade é que você pode ter contribuído de alguma forma para o surgimento dessas feridinhas, sim. Vários são os motivos que podem desencadear uma lesão aftosa e que muito tem a ver com seus hábitos diários. Muita gente associa a afta com problemas estomacais, mas será que isso é verdade? Conversamos com a estomatologista e patologista Dulce Helena Cabelho para tirar essa dúvida.

AS VERDADEIRAS CAUSAS DA AFTA

Você pode ganhar uma lesão dessa por muitos motivos que vão desde os mais óbvios até os mais inusitados. Porém, de acordo com a profissional, nada tem a ver com problemas estomacais. “A relação entre lesões ulceradas bucais está em função da baixa imunidade. Não se pode afirmar que aftas têm relação com úlceras estomacais. As lesões são distintas”.

Por outro lado, uma má alimentação prejudica seu sistema imunológico e acaba desencadeando essas feridas. Quem sofreu alguma lesão por conta do aparelho, um deslize na escovação ou mordeu a língua, também tem grandes chances desse machucado evoluir para uma afta. “A etiologia das aftas continua desconhecida e podemos relacionar alterações hormonais, stress, dieta e hereditariedade”, esclarece.

QUEM PODE TRATAR DO PROBLEMA?

Se sua afta está incomodando muito ou demorando um bom tempo para cicatrizar, procure seu dentista de confiança. Nem pense em seguir receitas caseiras que você encontra na internet, como colocar sal ou limão nas feridas. Antes de tentar resolver o problema por conta própria, visite um profissional expert no assunto. Dulce indica o melhor para esses casos. “Sempre o especialista em doenças bucais. O estomatologista ou cirurgião-dentista”.

COMO PREVENIR LESÕES

A especialista conta que a prevenção das aftas precisa obedecer um exame clínico minucioso, como identificar possíveis etiologias: alimentação cítrica, alterações hormonais, fatores emocionais entre outros. E, dependendo do caso, formas de prevenção são indicadas. Como, por exemplo:

– Prescrição de Vitamina C via oral para espaçar os ciclos.

– Manter dieta balanceada para contribuir para o equilíbrio da defesa orgânica.

– Consultar sempre o estomatologista para receber orientações e formas de prevenção do tipo e especificidade da doença.
Fonte: Sorrisologia

      

Comentários

Nenhum Comentário